Crédito Marcos Porto-PMI 2

 

APÓS PARALISAÇÃO, SETOR RETOMADA ATIVIDADES

 

Assim como vários outros setores da economia, a construção civil também sofreu embargo de suas atividades por conta da pandemia mundial do Coronavírus. Alinhado ao primeiro Decreto Estadual, publicado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, o Sinduscon da Foz do Rio Itajaí orientou  seus associados a paralisarem as atividades do setor. A orientação começou a valer em 19 de março, e somente no dia 2 de abril a construção civil pôde retomar suas atividades.

 No entanto, enquanto outros segmentos industriais tiveram liberação para trabalhar, a construção civil - mesmo sendo qualificada como indústria - não foi enquadrada nas mesmas regras. Em parceria com o Sinduscon de Balneário Camboriú, Camboriú e Itapema, foi solicitado ao Governo do Estado atenção especial para a indústria da construção civil. As conversas e mobilizações resultaram na revogação, em caráter de urgência, o artigo 8º parágrafo terceiro, do Decreto Estadual nº 525/2020, que dispunha sobre a paralisação do setor.

 O presidente do Sinduscon, Bruno Pereira, comenta que os trabalhos foram retomados de maneira gradativa, para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores. "Nosso dever é orientar as empresas para que trabalhem forte na prevenção, disponibilizando todos os itens necessários aos colaboradores se protegerem, bem como também trabalhem na conscientização das equipes. Por isso, buscamos, de maneira equilibrada, retornar aos trabalhos sem comprometer a saúde dos trabalhadores e seguindo intensamente  as recomendações de prevenção dos órgãos de saúde", comenta Pereira.

 

AÇÃO SOLIDÁRIA

 Visando colaborar com os profissionais da saúde, que nas últimas semanas têm trabalhado incansavelmente na luta contra a pandemia, o Sinduscon participou de campanha para arrecadar recursos. Várias construtoras associadas fizeram doações em dinheiro voltadas à compra de equipamentos para o Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen. As empresas também buscaram em seus estoques máscaras modelo N95, usadas por pintores na construção civil, mas muito eficazes para proteger os profissionais que atuam na linha de frente no combate a Covid-19. Foram doadas mais de 300 máscaras.

 "Durante a paralisação buscamos, juntamente com os nossos associados, formas para colaborar com os trabalhos de combate. E atitudes solidárias foram algumas delas. Somente com a união de todos iremos vencer essa batalha", destaca o presidente.

 

 ORIENTAÇÕES DE PREVENÇÃO

 Com o retorno aos trabalhos, é fundamental empresas e colabora-dores ficarem atentos às orientações de saúde e prevenção. O Sinduscon, antes da retomada, repassou aos seus associados uma lista de orientações. Entre elas, estão o afastamento imediato de pessoas consideradas do grupo de risco (com mais de 60 anos ou dia-béticos, hipertensos ou com problemas respiratórios); disponibi-lização de  material educativo, como cartazes, panfletos e cartilhas, contendo dicas e orientações de prevenção; fornecer mais lavatórios com água e sabão líquido, além de sanitizantes, como álcool 70%; não compartilhar equipamentos, ferramentas e objetos de uso pessoal; entre outras medidas focadas na prevenção do contágio.

 "Pedimos a todos os associados que denunciem aqueles que não estejam cumprindo as normas preventivas da Covid-19 no setor da construção civil, pois é responsabilidade de todos zelar pelo bem-estar das equipes, suas famílias, e principalmente da sociedade como um todo", finaliza o presidente do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí.

 

Fonte: Informativo Construir

 

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


R. José Ferreira da Silva, 43 - Centro, Itajaí - SC ⁞ 88301-335 ⁞ 47 3046-6207